Procon-MS flagra remédio vencido em farmácia no Lar do Trabalhador

Fiscalização em empreendimento da Júlio de Castilho foi motivado por denúncias feitas em aplicativo

O Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato Grosso do Sul) realizou vistoria em uma farmácia localizada na avenida Júlio de Castilho, no bairro Lar do Trabalhador, em Campo Grande, onde encontrou diversas irregularidades, como produtos vencidos desde janeiro deste ano. Um desses produtos era um medicamento usado no tratamento de asma.

De acordo com o órgão, a vistoria foi motivada por meio de denúncias feitas no aplicativo “Fale Conosco” do Procon-MS. A fiscalização foi feita juntamente com o CRF-MS (Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso do Su).

Na vistoria foram encontrados produtos expostos à venda direta sem apresentar preços, com prazo de validade expirada ou, ainda, sem qualquer informação sobre validade ou com informação ilegível. Essas irregularidades são classificadas como infração à legislação e passíveis de multa.

Entre os produtos com a data de validade expirada estavam lenços umedecidos, condicionador para cabelos, creme para tratamento de choque e hidratação, kit para presentes contendo toalha umedecida e sabonetes, curativo à prova d’agua, protetor labial (manteiga de cacau) e sulfato de salbutamol, medicamento indicado para espasmos brônquicos associados a crises de asma.

Também foram encontrados produtos para venda sem informação de vencimento ou com informações ilegíveis, entre os quais estavam solução pós barba e lenços umedecidos. A exceção dos medicamentos para encaminhamento ao Conselho Regional de Farmácia, os produtos impróprios para consumo foram descartados na presença das fiscais.

Os materiais que estavam fora da data de validade foram descartados. Apenas o medicamento foi levado para o Conselho de Farmácia do Estado.

Quem tiver interesse em fazer uma denúncia de irregularidades em estabelecimentos comerciais tem três formas de entrar em contato com o Procon-MS. A primeira é pelo aplicativo, que pode ser baixado do site do órgão, e a segunda é se dirigindo até sua sede, localizada R. 13 de Junho, 930 – Centro, ou pelo telefone 151.

(Matéria alterada às 14h para correção do endereço do Procon-MS)

Mais notícias