Problemas em equipamentos deixam duas unidades de saúde sem vacinas para sarampo

Manutenção está sendo feita na câmara fria e no ar condicionado das unidades

Com o início da segunda fase da campanha de vacinação contra o sarampo, as UBSF (Unidade Básica de Saúde Familiar) da Cidade Moreninha e Moreninhas estão sem oferecer o serviço por conta de problemas com o ar condicionado e a câmara fria. A reclamação surgiu durante a procura por vacinas nesta segunda-feira (18).

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) confirmou a indisponibilidade dos serviços nas unidades de saúde e explicou que ambas estão passando por processo de manutenção. “Essa é uma situação pontual e assim que tais reparos sejam concluídos, o serviço será normalizado”, disse em contato.

A orientação, ainda de acordo com a secretaria, é que durante o fechamento das duas unidades para os reparos, os pacientes procurem outras unidades mais próximas que ofereçam o atendimento para a vacinação.

Nesta segunda, deu início a segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo em todo o país. As pessoas nas faixas etárias de 20 e 29 anos de idade são os alvos desta etapa. De acordo com o último boletim epidemiológico sobre sarampo do Ministério da Saúde, esta faixa etária é a que mais acumula número de casos da doença.

Mais notícias