Publicidade

Prefeitura substituirá 62% lâmpadas antigas por modelos de LED até maio de 2020

Investimento será na ordem de R$ 31 milhões

A Prefeitura de Campo Grande afirmou nesta sexta-feira (24) que planeja substituir, até maio de 2020, 62% da iluminação pública por modelos de LED. Para tanto, deverão ser investidos cerca de R$ 31 milhões, dos quais R$ 25 milhões serão utilizados para compra e R$ 6 milhões para instalar 46.250 lâmpadas de LED.

Conforme o planejamento elaborado pela Divisão de Iluminação Pública da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), as lâmpadas de LED serão de última geração, com tecnologia tele gerencial, adaptáveis à telemetria, com maior durabilidade e menor consumo de energia.

Uma das vantagens destas lâmpadas de LED tele gerenciáveis, segundo a Sisep, será a economia de cerca de 30%, possibilitando baratear o custo da Cosip (Contribuição de Iluminação Pública), paga pelo consumidor. A economia é possível porque a luminosidade da lâmpada diminui à medida que o céu volta a clarear. Outra vantagem é que queimam menos, já que se ajustam a oscilação de tensão da energia (em 110 ou 220).

A compra e instalação destas 46.250 lâmpadas de LED tele gerenciáveis são o primeiro passo para adoção de um sistema de monitoramento inteligente na Capital, segundo a Sisep. Quando estiver implantado na sua plenitude, com cabeamento, vai permitir detectar por computador onde há uma lâmpada queimada, sem precisar de ronda nas ruas ou que o morador tenha que ligar para informar o problema.

Isso porque cada ponto de iluminação terá um Col (Controlador Outdoor de Luminária), que irá monitorar, controlar e dirigir o reator ou o driver de lâmpadas LED.

(Com informações da assessoria)

Mais notícias