Prefeitura inaugura Academia Intergeracional e anuncia mais 27 para 2020

Objetivo é promover interação entre pessoas de todas as idades nos espaços de esporte e lazer

A primeira academia intergeracional, voltada para a prática esportiva por pessoas de todas as idades, foi inaugurada na manhã desta terça-feira (17). O novo polo de práticas esportivas fica numa praça recém-revitalizada na Rua Pádua, no bairro Lar do Trabalhador e é fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Campo Grande e o TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 24ª Região.

Além da academia ao ar livre, a praça também conta com um playground e quer reunir toda a família, transformando a praça num espaço de convivência de crianças, jovens, adultos e idosos.

Foto: Marcos Ermínio | Midiamax

“As academia ao ar livre ficou conhecida como algo restrito a idosos, o que não é verdadeiro. Por isso as academias intergeracionais, para mudar esse conceito e agregar pessoas de todas as idades”, declarou Rodrigo Terra, titular da Funesp (Fundação Municipal do Esporte).

Iguais a do Lar do trabalhador, mais outras 27 deverão ser instaladas ao longo de 2020, segundo o diretor-presidente. As próximas unidades, inclusive, contarão com equipamentos adaptados para pessoas com deficiência.

“A segunda praça com academia intergeracional que vamos inaugurar será no Coophatrabalho. E além disso, também vamos ter uma academia específica com equipamentos para pessoas com deficiência no Parque Ayrton Senna”, acrescentou Terra.

QR-Code

Com a ampliação do número de academias ao ar livre, Rodrigo Terra pontuou que a solução encontrada para que os usuários tivessem orientação quanto ao uso dos equipamentos foi a instalação de uma placa com um QR-Code. “O usuário vai mirar a câmera do celular para esse código e um vídeo com as instruções com uma professora da Funesp será exibido, orientando sobre todo exercícios”, destacou.

Foto: Marcos Ermínio | Midiamax

Para moradores da região, a intervenção do município vai mais que proporcionar esporte e lazer, mas resolver um grande problema. “Isso valorizou a comunidade. A gente corre atrás de uma destinação para essa área desde 2004. Aqui era descarte de lixo, não tinha nada, só lixo”, pontuou a funcionária pública Vera Rodrigues, de 59 anos. “Foi uma benção, porque o terreno só tinha lixo, e fica bem em frente a minha casa”, acrescentou a aposentada Iracema Araújo, de 74 anos.

Presente na solenidade, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) destacou a importância da parceria com o TRT e pontuou a necessidade da população se apropriar da praça. “O não-uso gera o mau uso. Aqui era um depósito de lixo, que conseguimos dar uma destinação. Esperamos que ao ocupar esse espaço público, a população zele pelo que foi feito”, concluiu Marquinhos.

2020 de inaugurações

Além das 27 academias intergeracionais anunciadas, em 2020 também haverá grandes inaugurações, como o Guanandizão, que deve ser entregue em junho, com direito a uma partida da Seleção Brasileira de Vôlei. A Funesp também programou pra o ano que vem a inauguração das reformas de parques como o Ayrton Senna – que vai receber uma pista de atletismo – e Sóter, que contará com o ParCão, um parque para o passeio de cães.

Foto: Marcos Ermínio | Midiamax

Rodrigo Terra também destacou que a Funesp deve assinar ainda neste ano o contrato de financiamento de R$ 6,3 milhões, dos quais R$ 300 mil são contrapartida municipal, para a construção de uma piscina olímpica, que será sediada no Parque Ayrton Senna.

“Além da pista de atletismo, teremos essa piscina olímpica, que vai fazer do Ayrton Senna um lugar completo para descobrir potencialidades. Será uma piscina olímpica coberta, com iluminação e arquibancada”, concluiu.

Mais notícias