Prefeitura vai pagar R$ 2,4 milhões para conter erosão no Gameleira

Previsão é de que obras para revitalizar a região comecem em julho em córrego da Capital

A Prefeitura de Campo Grande publicou contrato com a empresa Construtora Industrial São Luiz S/A, nesta quarta-feira (19), para a realização de obras de contenção de erosão no Córrego Gameleira, localizada na região do bairro Novo Século, na Capital. A vencedora da licitação receberá R$ 2.490.356,95 pela obra.

De acordo com a publicação no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), a empresa tem prazo de 300 dias, a partir do momento da assinatura da ordem de serviço, que deverá ocorrer após a autorização da Caixa Econômica Federal.

O projeto prevê a construção de uma barragem de nove metros, um vertedouro de cinco metros, em forma de tulipa, semelhante ao existente no Lago do Amor. Quando a água da chuva atingir a cota máxima suportada pela barragem, conforme informação do secretário adjunto de Infraestrutura, Ariel Serra, o excedente vai cair neste vertedouro e voltará ao córrego.

Esta obra chegou a ser licitada há quatro anos, mas não foi levada adiante porque, na época, a empreiteira vencedora da concorrência desistiu do contrato.

A erosão do Gameleira é causada porque a região onde ele se encontra é bastante arenosa, mas foi acentuada a partir da duplicação da avenida Gury Marques e do processo de ocupação urbana da margem esquerda da via, iniciado ainda nos anos 70, com a construção das Moreninhas.

Mais notícias