Publicidade

Prefeito lamenta demissões e fala em atrair novas indústrias para Três Lagoas

Empresa informou que irá concentrar sua produção de biscoitos em outros municípios

Pelo Facebook, o prefeito de Três Lagoas, Angelo Guerreiro, lamentou a demissão dos 300 funcionários da Pepsico [antiga Mabel], nesta segunda-feira (15), e o encerramento das atividades da empresa no município.

Na postagem, Guerreiro reforça o compromisso de continuar trabalhando para atrair novos investimentos e indústrias para a cidade de Três Lagoas, que fica a 330 quilômetros de Campo Grande.  “Três Lagoas é cidade de povo trabalhador e dedicado. Tem logística e totais condições para receber grandes investimentos”, afirmou.

Demissões e fechamento da fábrica

Na manhã desta segunda-feira, cerca de 300 funcionários foram pegos de surpresa com suas demissões e o anúncio de fechamento da fábrica da Mabel. A indústria era gerida pela Pepsico desde 2011 quando teve suas ações compradas pela empresa.

Em nota entregue para os funcionários, a empresa responsável por gerir a fábrica, afirma que irá concentrar sua produção de biscoitos em Sorocaba (SP), Aparecida de Goiânia (GO) e Itaporanga D’ajuda (SE), com isso encerrando as atividades em Três Lagoas.

 

Mais notícias