PMA autua construtor por caça e pesca predatórias e porte ilegal de arma

O infrator foi pego durante fiscalização ambiental em Camapuã

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de São Gabriel do Oeste prendeu, na manhã desta segunda-feira (18) um construtor por porte ilegal de arma, caça e pesca ilegais. A autuação aconteceu durante fiscalização ambiental em uma estrada conhecida como Pesqueiro do Cacildo, no município de Camapuã.

O construtor estava em um veículo Toyota Hillux e em um freezer na carroceria do automóvel foram apreendidos: uma carcaça de animal silvestre da espécie veado-catingueiro sem a cabeça e sem o couro, três exemplares de pescado da espécie piraputanga e piau-três-pintas, havendo exemplares abaixo da medida e um rifle calibre 22 sem documentação, além do veículo.

O infrator (58), residente em Chapadão do Sul, confessou que estava fazendo um serviço em uma fazenda no município de Camapuã, caçou o animal e capturou o pescado no rio Coxim. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Camapuã, onde foi autuado em flagrante por caça e pesca predatórias e por porte ilegal de arma.

As penas para os crimes são as seguintes: caça ilegal – seis meses a um ano de detenção. Pesca predatória – um a três anos de detenção. Porte ilegal de arma – dois a quatro anos de reclusão. O infrator também foi autuado administrativamente pelas infrações ambientais e foi multado em R$ 1.220. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

PMA autua construtor por caça e pesca predatórias e porte ilegal de arma
Mais notícias