Parceria da Prefeitura e Google incentiva jovens para áreas de design de games e programação

Assessoria

Na tarde desta quinta-feira (19), no Auditório do IMPCG, a Prefeitura de Campo Grande, em parceria com a Google, recebeu alunas de 15 a 21 anos de instituições públicas e privadas de toda a região da capital em evento gratuito e aberto ao público. O Desafio Change The Game busca promover a igualdade de gênero na indústria dos jogos digitais e proporcionar às estudantes uma imersão no mundo de design de games e programação.

Durante o encontro, as participantes assistiram a depoimentos de executivas de sucesso das áreas de tecnologia e desenvolvimento de jogos, entre elas Regina Chamma, diretora de desenvolvimento de negócios de Apps & Games do Google para a América Latina. As alunas também participaram de dinâmicas para estimular a criatividade.

Ao final do evento, as garotas contaram com apoio para preencher o formulário do Desafio Change the Game, com a descrição da ideia de jogo que elas querem transformar em realidade, incluindo a mecânica, a narrativa e os personagens. Para isso, são disponibilizados computadores nos laboratórios das instituições que receberão os eventos.

O desafio Change the Game é um programa lançado pelo Google Play para capacitar a próxima geração de criadoras de games e promover a diversidade nessa área. O período de inscrições vai até dia 30 de setembro e serão selecionadas duas ideias vencedoras, que terão seus jogos produzidos e lançados na loja virtual em janeiro de 2020. Os jogos serão desenvolvidos pela Tapps Games, que conta com mais 400 games de sucesso em seu portfólio.

Para Glaucia Fullana, EaD Projetos e Programas da Softex, o momento está mais propício do que nunca. “Proporcionar ferramentas para que nossas futuras programadoras participem e tenham change de se destacar no mercado, é nossa meta. E nesse desafio todas tem chance de participar e fazer da TI, sua carreia para vida”.

“Muito embora, quase 60% dos jovens que jogam eletronicamente no Brasil sejam mulheres, apenas 11% do mercado de trabalho é composto por elas. Campo Grande quer oferecer mais oportunidade e inclusão das mulheres na área de tecnologia”, disse na ocasião o Diretor-Presidente da Agetec, Paulo Fernando Garcia Cardoso.

“Representatividade feminina no mundo dos jogos é algo meio complicado. Essa ajuda, por meio desse evento, é muito importante para quebrar essa barreira. Fico muito agradecida. Minha expectativa para o evento é que eu tenha uma ideia muito boa e que eu possa me conectar com esse mundo”, disse Yasmin Roberta, 16 anos, aluna do Instituto Mirim de Campo Grande.

Podem participar do desafio jovens de todo o Brasil, com idades entre 15 e 21 anos, de escolas públicas e privadas. Não é necessário experiência em design de games ou programação. Basta chegar com antecedência ao local, pois o evento é aberto ao público e com lugares limitados. Mais informações no site g.co/desafiochangethegame.

Mais notícias