Parceria com a UFMS reforça combate ao aedes na Capital

Assessoria

Servidores do campus de Campo Grande da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) participam nesta quinta-feira (16) de capacitação do programa “Integrado Intersetorial de Colaborador Voluntário”, ligado à Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais (CCEV) da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) de Campo Grande, para se tornarem voluntários no combate ao Aedes aegypti dentro da instituição. No total, 36 servidores estão sendo capacitados neste primeiro momento e a proposta é expandir a parceria para os demais campus da instituição espalhados por nove municípios, formando novos colaboradores.

O gerente técnico da coordenadoria, Marcos Luiz de Oliveira, explica que o objetivo do programa é instituir a cultura da prevenção, implementando ações compartilhadas, propiciando às instituições envolvidas no processo condições para desenvolverem de modo eficiente o programa de prevenção evitando as doenças de caráter endêmico e epidêmico.

“A proposta foi criada para levar  tanto à instituições públicas como as privadas essa preocupação onde o colaborador voluntário recebe capacitação e treinamentos para o combate do mosquito Aedes aegypti, sendo todo o aparato técnico e operacional oferecido por nós”, diz.

Segundo o pró-reitor de Administração e Infraestrutura da UFMS, Augusto Malheiros,  a proposta pode não ser restritiva somente aos servidores da instituição, mas também aos alunos. Somente o campus de Campo Grande concentra mais de 11 mil acadêmicos.

“Eu creio que essa seja uma luta de todos nós. Através destes colaboradores nós podemos difundir ainda mais a cultura de prevenção e somar esforços no combate ao vetor de doenças terríveis como a dengue, zika e chikungunya. A instituição será parceira nessa luta e estamos propondo expandir essa proposta para os demais campus”, disse.

No dia 21 deste mês, serão capacitados outro grupo de colaboradores por meio de vídeo-conferência nos demais campus da UFMS.

Além de Campo Grande,  a UFMS conta com campus nos municípios de Aquidauana, Chapadão do Sul, Coxim, Naviraí, Nova Andradina, Corumbá, Paranaíba, Ponta Porã e Três Lagoas.

Parceiros

Atualmente, integram o projeto, o Comando Metropolitano do Corpo de Bombeiros e seus 09 batalhões, a Funesp juntamente com seus parques e praças espalhados por Campo Grande, o 15° Batalhão da Policia Militar Ambiental, a Semed com 100% dos Colégios Municipais, tanto em perímetro urbano quanto nas zonas rurais e o SESC e suas unidades, totalizando 22 instituições.

Dados epidemiológicos

De Janeiro até o dia 14 de maio foram notificados 31.807 casos de dengue e confirmados 4.729 confirmados de dengue.

Mais notícias