No início da adesão ao saque aniversário, trabalhadores fazem fila na Caixa

Alguns trabalhadores também queriam fazer o saque imediato, no valor de até R$ 500

Quem passou pelas ruas Marechal Cândido Mariano Rondon ou 13 de Maio por volta das 11 horas nesta terça-feira (1°) se deparou com uma fila que se forma em frente à Caixa Econômica Federal, em Campo Grande. Uma fila de trabalhadores se forma em frente à agência, a maior parte deles para fazer o saque ou mesmo para obter informações sobre o FGTS (Fundo de Garantia de Tempo de Serviço).

Fila ‘dobrou’ a esquina da 13 de Maio com a Marechal Rondon. (Foto: Mylena Rocha)

A partir desta terça-feira (1°), os trabalhadores já podem optar pelo saque-aniversário do FGTS. Esta opção pode ser registrada no aplicativo ou no site. Vale ressaltar que, ao confirmar esta opção em um dos canais divulgados pelo banco, o trabalhador deixará de efetuar o saque em caso de rescisão de contrato de trabalho.

Entre os trabalhadores que estavam na fila na rua 13 de Maio, os motivos para ir à agência eram variados, mas a maioria deles queria mesmo é saber do FGTS. O motorista Humberto de Oliveira, de 40 anos, por exemplo, não tinha certeza se já podia fazer o saque imediato do FGTS, mas resolveu entrar na fila para obter informações. Ele chegou 20 minutos antes do início do atendimento na Caixa e a fila já dobrava o quarteirão.

Humberto é correntista e faz aniversário em janeiro. Segundo o cronograma da Caixa para saque imediato do FGTS, ele poderia sacar a partir do dia 13 de setembro.

Já a vendedora Natiele Queiroz, de 24 anos, veio acompanhar a sogra, que também foi até a agência para fazer o saque do FGTS. No caso dela, que faz aniversário no mês de junho, o dinheiro já teria sido liberado na sexta-feira (27).

Mais notícias