Cadê o defeito? Moradores suspeitam de tapa-buracos fantasma no Novos Estados

Prefeitura diz que mantém fiscalização e fissura pode ter causado manutenção

Moradores do bairro Jardim Nova Minas Gerais, na região do Novos Estados, suspeitam que reparos realizados na última segunda-feira (12) em ruas das imediações possam ser “tapa-buracos fantasma”.

Segundo as denúncias enviadas ao Jornal Midiamax, uma equipe de manutenção estava na via por volta das 8h da manhã e teria começado a abrir buracos, que foram posteriormente tapados.

Foto: WhatsApp do Leitor | Reprodução

“Essa rua estava normal. Não tinha fissura nem nada. Quando a gente viu tinha um buraco cavado em frente a minha casa. A outra vizinha viu a mesma coisa. Perguntamos o que estava sendo feito e não quiseram responder, disseram que quem achasse ruim que denunciasse na imprensa”, conta a comerciante Selma Miranda, de 60 anos.

Segundo ela, tão logo os moradores que reclamaram do reparo supostamente desnecessário avisaram que iriam denunciar, a equipe saiu do local. “Não explicaram pra gente o que estava sendo feito. Procuramos a Ouvidoria, mas ninguém recebeu resposta. Ninguém ali da rua acha que o asfalto estava precisando de reparo. É muito suspeito”, detalha.

A reportagem acionou a Sisep (Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos), da Prefeitura de Campo Grande, por um posicionamento. Por meio de nota, a pasta declarou que a denúncia é improcedente e que o serviço de tapa-buraco na região está seguindo as normas e protocolos técnicos.

“Como o pavimento desta região é antigo e nunca recebeu manutenção, em alguns locais onde apareceram buracos é a feita a fresagem (a retirada do pavimento) no entorno onde a capa apresenta fissuras, trincas, para o asfalto ser refeito e assim, garantir um serviço de qualidade e durabilidade”, traz a nota.

A Sisep destacou, ainda, que equipes da secretaria fazem o monitoramento diário e todos os estragos identificados e o reparo executado são documentados com levantamento fotográfico.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

A denúncia foi enviada ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Mais notícias