Frota vencida? Mesmo com 20 ônibus novos, Consórcio Guaicurus roda com veículos velhos

Novos veículos chegaram em outubro e mais carros devem chegar até o final do mês

Foto: reprodução/WhatsApp Midiamax

Apesar de ter disponível 20 novos ônibus para o transporte público, o Consórcio Guaicurus ainda estaria mantendo pelo menos seis veículos velhos rodando em Campo Grande.

Conforme leitor do Jornal Midiamax, os ônibus de prefixo 3113, 4007, 4004, 4009, 4132, 4014 e 4148, todos de frota antiga, continuam rodando em linhas que também atentem passageiros no Centro da Capital.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do Consórcio Guaicurus para apurar se os veículos pertencem a frota “vencida” – que ultrapassam os 10 anos permitidos no contrato de concessão – e aguarda resposta.

Em maio, o Midiamax apurou que o Consórcio Guaicurus tinha 48 veículos vencidos rodando diariamente nas ruas de Campo Grande e outros 80 ônibus estavam prestes a vencer. Na época, a Prefeitura de Campo Grande junto com a Agereg (Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos) estendeu prazo para que a empresa renovasse a sua frota para não arcar com multa de R$ 2,7 milhões, por desobediência ao contrato.

Ônibus novos

Em outubro, 20 novos ônibus chegaram para compor a frota do transporte público da Capital e a previsão é que mais 20 veículos cheguem junto a 15 micro-ônibus até o final do mês de novembro.

Rezende revelou que inicialmente o Consórcio se negou a comprar novos ônibus com ar condicionado neste ano e foi até a prefeitura pedir a Marquinhos que abrisse mão da exigência, mesmo sendo uma promessa de campanha do prefeito.

“Nessa compra, pedimos para que abrisse mão dos ônibus com ar, porque esse ano não havia previsão de comprar, mas como fomos bastante pressionados para comprar, pedimos”, disse.

Os novos ônibus custaram R$ 16,5 milhões, sendo R$ 300 mil cada. Caso veículos viessem com ar, o valor saltaria R$ 3 milhões a mais, o que não seria viável para o Consórcio, afirmou Rezende

Mais notícias