Menina de 6 anos picada por escorpião continua em coma, mas apresenta melhora

Ele deve continuar entubada por mais alguns dias

A menina de 6 anos que ficou em estado grave após ser picada por um escorpião no bairro Campo Nobre apresentou melhora nesta quinta-feira (26). Ela foi internada no HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) e continua em coma induzido, mas apresentou uma leve melhora e ‘já passou pelo pior’.

O médico Sandro Benites, coordenador do Civitox (Centro Integrado de Vigilância Toxicológica), explica que um ecocardiograma identificou uma melhora de 10% na função cardíaca.

“A ideia é mantê-la entubada por 3 ou cinco dias, para ela melhorar. O coma induzido vai diminuir a necessidade de demanda cardíaca. Ela vai ficar quietinha, parada, para ver se a gente consegue na segunda-feira ou no fim de semana retirar ela do tubo. Sem pressa, ela já passou pelo pior”, explicou.

A criança ficou em estado grave após ter sido picada por um escorpião no Bairro Campo Nobre na terça-feira (24) em Campo Grande. Segundo informações, a criança brincava próximo de casa, quando foi picada. Ela ficou em coma induzido na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Pediátrica. Foram utilizadas oito ampolas de soro antiescorpiônico e drogas vasoativas para manter o coração ativo.

Mais notícias