Mecânicos são multados em R$ 1,7 mil por pesca ilegal no rio Miranda

Equipe da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Jardim autuaram dois mecânicos, 19 e 23 anos, após diversas denúncias, por estarem pescando durante a piracema usando petrechos proibidos – redes e tarrafas – e por capturarem pescado fora das medidas permitidas no rio Miranda, em Guia Lopes da Laguna, a 234 quilômetros de Campo Grande.

Os infratores estavam em uma chácara na tarde de sexta-feira (6) esperando anoitecer para dar início a pesca predatório, conforme um deles disse aos policiais.

Conforme informações da PMA, na propriedade foram encontrados vários petrechos de uso proibido – três redes de pesca e um tarrafão – além de um exemplar de peixe da espécie jaú, que eles haviam capturado e beneficiado.

O jaú estava apenas com a cabeça, a coluna vertebral e a nadadeira caudal, sendo possível efetuar a medida e verificou-se que se apresentava abaixo da medida permitida por lei, que é de 95 centímetros para a espécie. O pescado e os materiais foram apreendidos.

Ainda segundo a PMA, os dois seriam residentes em Jardim, receberam voz de prisão e foram conduzidos a Delegacia de Polícia Civil de Guia Lopes da Laguna e responderão por crime ambiental de pesca predatória. Com pena prevista de um a três anos de detenção. Eles também foram autuados e multados administrativamente em um total de R$ 1,7 mil.

Mais notícias