Lar dos Sonhos Positivos passa a atender com nova metodologia

Crianças serão assistidas em casa e não irão mais diariamente para a Instituição

Lar dos Sonhos Positivos, antiga Afrangel, passa a funcionar com nova metodologia a partir do próximo mês. O anúncio foi feito, na noite desta quarta-feira (23), durante reunião com amigos e benfeitores da entidade. Atualmente, a instituição atende 44 crianças que vivem ou convivem com HIV/AIDS.

A decisão foi tomada após o déficit orçamentário que o Lar sofreu nos últimos meses com a folha de pagamento dos funcionários. Cerca de 23 colaboradores, entre assistentes sociais, psicólogas, nutricionistas, facilitadores sociais, cozinheira e técnicas de enfermagem, movimentam um gasto de aproximadamente R$ 90 mil por mês.

A coordenadora da Instituição beneficente, Irmã Mariza Zanutto, explicou que, ao contrário do que foi divulgado nas mídias na semana passada, a casa não vai fechar as portas. O que vai mudar, no entanto, é a forma como as crianças serão atendidas com a nova metodologia.

A partir do dia 4 de fevereiro, a equipe multidisciplinar passa a atender as crianças a domicilio. Os remédios serão ministrados em cada residência e o convívio, que antes era diário, passará a ser uma vez por mês no espaço físico da Instituição.

A Irmã ressalta que nenhuma criança vai ficar sem atendimento, orientação ou cesta básica – como já era feito anteriormente. A nova forma de acolhimento deve favorecer para que novas pessoas, soropositivas ou não, deixem a vergonha de lado e procurem ajuda.

“As vezes deixamos de assistir as pessoas pelo vírus ainda ser um tabu. De repente com o atendimento em casa, a pessoa perca a vergonha e procure por nós”, ressaltou a coordenadora.

Os benfeitores devem continuar ajudando porque, segundo a Irmã, a Entidade vive de doações, parcerias governamentais, eventos e venda de souvenir.

O Lar dos Sonhos Positivos é a única Instituição em Mato Grosso do Sul que acolhe crianças de 0 a 12 anos, vivendo e convivendo com HIV/AIDS. Fundado em 1996, com nome de Afrangel, a casa está desde 1999 sob a direção das Irmãs Franciscanas Angelinas contribuindo com a valorização da vida por meio de atendimento integral, de forma gratuita, nas áreas de assistência social, psicologia e saúde.

A rotina do Lar dos Sonhos Positivos era buscar os assistidos em casa. A viagem até o Lar e à escola iniciava-se todos os dias às 4h da madrugada, chegando na Instituição por volta das 7h, onde os maiores eram deixados na Escola e os menores levados ao Lar. Às 11h, o ônibus da Entidade buscava as crianças na Escola, levava para o Lar onde almoçavam, dormiam, tomavam banho e desenvolviam atividades socioeducativas. Após o jantar, às 16h30, as crianças faziam o trajeto de retorno para casa.

Com o novo método de acolhimento, essa rotina deixará de existir e os remédios e atendimentos médicos serão realizados somente a domicílio.

Mais notícias