Continua a ‘invasão das cobras’ em MS: jararaca e jibóia são capturadas em Campo Grande

Na quarta-feira, a PMA ainda capturou uma cascavel na Capital

As cobras de fato estão ‘invadindo’ as cidades de Mato Grosso do Sul. Depois de Coxim, agora a PMA (Polícia Militar Ambiental) em Campo Grande tem registrado chamadas de moradores para fazer a captura das serpentes. Nesta quinta-feira (21), foram duas cobras capturadas: uma jibóia e uma jararaca.

Jararaca foi encontrada no bairro Nova Campo Grande. (Foto: PMA)

Nesta quinta-feira (21), uma serpente da espécie Boa constrictor, mais conhecida como jibóia, estava nas proximidades de uma casa no bairro Jardim Samambaia. O morador chamou a Polícia Ambiental, que fez a captura da serpente.

O bairro Nova Campo Grande também recebeu a ‘visitinha’ de uma cobra não muito amigável, uma jararaca. De acordo com a PMA, o morador estava limpando o terreno quando avistou o animal.

Coruja entrou em uma padaria. (Foto: PMA)

Além das cobras, os policiais capturaram uma coruja nesta quinta-feira (22), depois de serem acionados pelo proprietário de uma padaria. Segundo ele, o animal entrou no estabelecimento, localizado na Vila Antônio Vendas. Os três animais foram encaminhados para o CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres).

Cascavel na Chácara dos Poderes

Um dia antes, na quarta-feira (20), a PMA fez a captura de uma cascavel de 1,3 metro no bairro Chácara dos Poderes na casa de um morador. Segundo o aposentado, a cobra estava em um dos cômodos da residência. Diferente das espécies capturadas em Coxim, a cascavel é peçonhenta e perigosa. De acordo com a PMA, o veneno dela atua no sistema nervoso, dificultando a locomoção e respiração das vítimas, mas a tendência é que ela tente fugir ao avistar um humano.

 

Mais notícias