Indícios apontam que incêndio em Bodoquena teve início criminoso

Cidade não conta com Bombeiros, mas deve receber apoio de duas equipes a partir desta segunda-feira

Depois que um incêndio de grande proporção quase atingiu a área urbana de Bodoquena, a 260 km da Capital, a cidade amanheceu em cinzas. O fogo atingiu a mata próxima à cidade neste domingo (15) e levou cerca de 18 horas para ser controlado. Há indícios que o incêndio possa ter sido um ato criminoso.

Conforme informações da Defesa Civil, o fogo atingiu 200 hectares da área rural e ainda não há uma posição oficial, mas indícios apontam que o incêndio tenha sido criminoso, já que havia focos em diferentes pontos.

“Alguns desses focos ocorreram em locais específicos indicando que foram causados para ganhar grandes proporções de acordo com a direção do vento”, informou ao Jornal Midiamax. Nesta segunda-feira (16), a PMA (Polícia Militar Ambiental) foi até um dos locais de incêndio para coletar informações para relatório.

Nas imagens, é possível ver que o fogo chegou próximo à área urbana, mas a Defesa Civil ressalta que apenas a zona rural foi atingida e, portanto, não há desalojados. “Não houve queima de residências habitadas e nem desabitadas. Os focos de incêndio atingiram vegetação e cercas de propriedade rurais, o fogo não atingiu a zona urbana de Bodoquena”.

Na manhã seguinte ao incêndio, fotos mostram uma grande área onde só sobraram as cinzas. Sem na cidade, o combate às chamas foi feito por servidores da Prefeitura, pela iniciativa privada e por colaboradores das fazendas.

Após o incêndio, o de Aquidauana, cidade vizinha a Bodoquena, ganhou reforço. O capitão Vinícius Gonçalves, informou ao Midiamax que os Bombeiros ganharam duas equipes extras, que devem auxiliar no combate em caso de novo incêndio em Bodoquena.

“Lá em Bodoquena não tem , fica a 110 km de Aquidauana. Quando entrou a solicitação sobre o incêndio na região urbana, a equipe de combate estava na [fazenda] Caiman, então a própria prefeitura de lá que controlou. Agora foi resolvida a escala e temos duas equipes extras, deslocando para Bodoquena”.

Indícios apontam que incêndio em Bodoquena teve início criminoso
Mais notícias