IFMS vai discutir bloqueio de R$16,9 milhões pelo MEC na segunda

Reitor afirma que instituto já trabalha com recursos mínimos

(Foto: Divulgação/IFMS)

Administração do (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) vai se reunir na próxima segunda-feira (6) para discutir estratégia para enfrentar o bloqueio no crédito orçamentário previsto para 2019. O corte foi anunciado pelo ministro da Educação, Abrahan Weintraub na terça-feira (30) e se estende a todas as universidades e institutos federais do país.

Dos R$ 40 milhões previsto na LOA (Lei Orçamentária Anual) o neste ano, de R$ 16.948.528,00 foram bloqueados pelo Governo Federal. O montante representa 42% do orçamento discricionário da instituição.

Até o momento, informa, o orçamento previsto para Assistência Estudantil, cerca de R$ 5 milhões, não sofreu cortes pelo (Ministério da Educação). A verba é utilizada na concessão de benefícios como alimentação e transporte.

Reitor, Luiz Simão Staszczak avalia que o bloqueio afetará não somente execução de ações previstas para o , mas em todo país. “Desde 2015, estamos sofrendo cortes no orçamento e já estamos no mínimo necessário para a manutenção das atividades letivas e administrativas. Nosso objetivo é garantir, ao menos, o valor previsto no orçamento”, explicou.

Estratégia – Na quarta-feira (8), é prevista uma reunião entre reitores do Conif )Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica) com o secretário de Educação Tecnológica do , Ariosto Antunes Culau. Na sexta (10), os dirigentes se reúnem com o ministro.

IFMS vai discutir bloqueio de R$16,9 milhões pelo MEC na segunda
Mais notícias