IFMS fará pesquisas em campo experimental da Embrapa Agropecuária Oeste

O Campo Experimental da Embrapa Agropecuária Oeste, em Ponta Porã, MS, será utilizado para trabalhos de pesquisa e extensão do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul () daquele município. A área possui 170 hectares. A parceria foi oficializada por meio da assinatura de termo de comodato em 18 de novembro de 2019, segunda-feira, em Ponta Porã. A partir de então, a segurança, a limpeza e a manutenção do local ficam a cargo do .

A Embrapa Agropecuária Oeste, que tem sede em Dourados, MS, não possui projetos de pesquisa no Campo Experimental de Ponta Porã desde 2017, quando terminou o projeto de longa duração de integração lavoura-pecuária- floresta (ILPF). Com isso, a manutenção do campo experimental passou a ser economicamente inviável e ociosa para a finalidade de pesquisa.

A Chefe-Adjunta de Administração da Embrapa Agropecuária Oeste, Erica Alves da Silva Bonin, enfatiza que o acordo traz vantagens para ambas as instituições. “Quando se vislumbrou a parceria, foi para que o Instituto pudesse desenvolver ensino e pesquisa. Além disso, os alunos podem colocar em prática o que aprendem em sala de aula em um campo experimental, já que o Instituto fica em área urbana”, e complementa: “A Embrapa Agropecuária Oeste tem valorizado e ampliado o leque de parcerias com diversas instituições. Sendo assim, as atividades de pesquisa e transferência de tecnologia podem ser realizadas em diversas regiões do estado, indo além do campo experimental da Unidade.”

O Chefe-Geral da Embrapa Agropecuária Oeste, Guilherme Lafourcade Asmus, reitera a importância da parceria entre as instituições. “O fato do Campo Experimental estar sob a administração do Ponta Porã não nos impede de fazermos pesquisa no local. E mais: podemos desenvolver pesquisas em parceria com o Instituto.”
No local, até 2015, havia atividades de produção de sementes realizadas pelo Escritório de Negócios da Embrapa de Dourados.

Também existiam ações de pesquisa com ovinocultura, concluídas em 2016.
Assinatura – No evento de assinatura do termo de comodato, entre os presentes estavam o reitor do Luiz Simão Staszcazk; da Embrapa Agropecuária Oeste, estavam o Chefe-Geral Guilherme Lafourcade Asmus, a Chefe-Adjunta de Administração Erica Alves da Silva Bonin, o Chefe-Adjunto de P&D Harley Nonato de Oliveira e o Chefe-Adjunto de Transferência de Tecnologia Auro Akio Otsubo; e da Embrapa Gado de Corte, o Chefe-Geral Interino Ronney Robson Mamede.

IFMS fará pesquisas em campo experimental da Embrapa Agropecuária Oeste
Mais notícias