Governo Federal vai liberar R$ 166 milhões para a saúde na Capital e outras 56 cidades

Recursos devem ser oficializados em visita do ministro da Saúde na próxima segunda-feira

Campo Grande e outras 56 cidades de Mato Grosso do Sul vão receber R$ 166 milhões de investimentos na área da saúde, conforme revelou nesta sexta-feira (19) a SES (Secretaria de Saúde do Estado). Na próxima segunda-feira (22), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, estará na Capital para oficializar os repasses.

Entre os projetos que serão anunciados, está a ampliação do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, com a construção de um novo bloco. Os recursos são aguardados desde que Bolsonaro passou a fazer liberação de emendas parlamentares, deixando o Estado de fora dos dois “lotes” anunciados.

Deputados federais e senadores da bancada do Estado em Brasília (DF) vão participar do anúncio da liberação dos recursos, além da habilitação de serviços do SUS (Sistema Único de Saúde) em 13 cidades – entre os itens estão UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) e centros de atendimento psicossocial.

Ainda na segunda-feira, Mandetta também vai participar de outros compromissos na Capital, como a entrega de caminhões e lançamento da Campanha de Vacinação de Hepatites, realizada pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública).

Ele também fará, ao lado do prefeito Marquinhos Trad (PSD), o lançamento do programa Saúde na Hora, inédito no país e que prevê ampliar horário de atendimento nos serviços de atenção primária – como consultas médicas, odontológicas, coleta de exames, pré-natal – nas UBS (Unidades Básicas de Saúde).

Mais notícias