Governo de MS libera R$ 1,7 milhão para pesquisa e desenvolvimento na agricultura

O orçamento é para a execução do programa Validação das Tecnologias para as Culturas de Soja e Milho em MS

Foi liberado nessa segunda-feira (28), pelo governador Reinaldo Azambuja, R$ 1,7 milhão para utilização em pesquisa e desenvolvimento tecnológico na área da agricultura. O orçamento é da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar e do Fundems (Fundo para o Desenvolvimento das Culturas de Soja e Milho de Mato Grosso do Sul).

O recurso, concedido por meio de convênio, foi repassado à Fundação MS, empresa privada com 26 anos de experiência na área de pesquisa e difusão, para execução do Programa “Validação das Tecnologias para as Culturas de Soja e Milho em MS”, cujo objetivo é gerar informações sobre a eficiência dos defensivos agrícolas (herbicidas, inseticidas e fungicidas) no controle dos principais problemas fitossanitários das lavouras.

Com os resultados da pesquisa, será possível definir estratégias de adubação com calcário, fósforo e enxofre, bem como posicionar as melhores cultivares de soja e híbridos de milho em mais de 10 regiões agrícolas do Estado na safra 2019/2020.

Durante assinatura do convênio, o governador destacou que o trabalho desenvolvido pelos centros de pesquisa é fundamental para dar segurança ao produtor e estabilidade à produção, mesmo nas intempéries. “Temos tido anos de clima irregular e mesmo assim mantido uma produtividade média muito melhor do que já tivemos no passado. Isso tudo é fruto do trabalho dos institutos de pesquisa”, afirmou.

Mais notícias