Governo de MS amplia efetivo para combate aos incêndios no Pantanal

Governo ainda deve prorrogar a proibição de queimadas no bioma por mais 30 dias

O Governo do Estado ampliou o número de militares do Corpo de Bombeiros para conter os focos de incêndio que se alastram no Pantanal nos últimos dias. Além dessa medida, com o apoio do Ibama, foram concentradas as brigadas do PrevFogo de Corumbá e Miranda e direcionadas aeronaves para auxiliar com combate ao fogo e na fiscalização das propriedades.

As medidas foram decididas em reunião realizada no final da tarde de terça-feira (29), na Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura, Familiar), que contou com a presença do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), Corpo de Bombeiros, Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) Defesa Civil, Prevfogo e PMA (Polícia Militar Ambiental).

“A situação é bastante séria na região do Pantanal. O número de focos de incêndio na região cresceu muito entre os dias 22 e 29 de outubro”, comentou o secretário Jaime Verruck, da Semagro, referindo-se aos dados do monitoramento feito pelo Governo do Estado com base nas imagens de satélite divulgadas pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

“A reunião foi chamada na Semagro para que nós fizéssemos uma coordenação das nossas ações, dada a gravidade em que a situação se apresenta. Definimos como os órgãos podem colaborar entre si e intensificar o uso de cada uma das estruturas. Estamos utilizando uma aeronave do Ibama, que veio para demonstração no Wildfire e já foi colocada no combate aos incêndios no Pantanal”, informou o titular da Semagro.

Foram definidas ações de cooperação entre os órgãos em questões como alimentação e estadia. Verruck explica que o Governo articula como levar pessoas para combater o fogo, já que é preciso infraestrutura, alimentação, local para dormir e combustível para veículos e aeronaves.

“A área da PMA já foi colocada à disposição e temos alguns proprietários que já estão nos ajudando. Estamos criando uma base de operação na região de Miranda, como foi feito em Aquidauana”, acrescentou.

Nesta quarta-feira (30), técnicos do Imasul e militares da PMA vão sobrevoar de helicóptero a região do Pantanal para fiscalização de propriedades da região. Outra medida é a prorrogação da proibição de queimadas no Bioma Pantanal por mais 30 dias, a ser publicada em Diário Oficial nos próximos dias.

“Será uma publicação conjunta o Imasul e Ibama. É uma ação preventiva, pois ninguém poderá pedir autorização para queimada. Além disso, já estamos alertando a população para que fique atenta à fumaça nas estradas e vamos intensificar as ações da PMA na região”, finalizou Jaime Verruck.

(com informações do Governo de MS)

Mais notícias