Fundada em 83, praça da Moreninha ganha revitalização pela 1ª vez

Espaço terá melhorias no campo de futebol, cerca com alambrados, refletores de iluminação, pista de caminhada, playground, bebedouros e equipamentos de ginástica

O Prefeito Marquinhos Trad assinou nesta terça-feira (31) a ordem de início das obras de revitalização da Praça Central da Moreninha III, orçada em R$ 325,9 mil. A Praça tem cerca oito mil metros quadrados e receberá melhorias no campo de futebol, terá cerca com alambrados, refletores de iluminação, além da construção de pista de caminhada, um playground, bebedouros e equipamentos de ginástica.

De acordo com o secretário da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), Rudi Fiorese, as obras devem iniciar na primeira semana de janeiro e a previsão de entrega é de seis meses. O diretor presidente da Funespe (Fundação Municipal de Esportes), Rodrigo Terra, ressaltou a importância da reforma estrutural do campo, que até então só é focado no futebol. “Com o novo planejamento, vamos fazer com que o espaço seja mais utilizado, criaremos estruturas para outras faixas etárias, atendendo a toda a família”.

O Prefeito de Campo Grande, durante o ato de assinatura, relembrou as dificuldades da população que usufruem do espaço e também daqueles que são prejudicados, de certa forma, com a estrutura do local. “Os jogadores trocavam de roupa ao ar livre, agora terão um espaço adequado para isso, apenas o futebol acontecia aqui e ainda assim só durante o dia, agora com os refletores será possível jogar a noite. A família vai poder praticar atividade física, as crianças poderão brincar, um ambiente pensado onde todos serão beneficiados”, afirmou Marquinhos.

36 anos de história

O campo de futebol, atualmente denominado como Praça Central da Moreninha III, surgiu em 1983. O presidente da associação de moradores da região, Valdecir Oliveira Souza, enche os olhos de emoção ao lembrar a história do espaço. Com um mural de fotos antigas na mão, ele conta que em 1984 os moradores fizeram o primeiro campeonato de futebol.

Valdecir mostra lembranças dos primeiros jogos de futebol que aconteceram no campo, fundado em 83 (Foto: Leonardo de França, Jornal Midiamax)

“Nós rastelávamos esse campo para poder jogar, era cheio de pedregulho e aquele terrão vermelho, os moradores ao redor reclamavam da poeira que subia. Através de patrocínio conseguimos grama e os próprios moradores, usuários do campo, que plantamos. Hoje é gratificante ver o quanto esse espaço desenvolveu”, relembra o presidente.

Valdecir também conta que há oito anos o trâmite para essa obra estava travado. “Fizemos um projeto de reforma para o campo e conseguimos emenda parlamentar, mas ficou travado por oito anos na Caixa Econômica. Graças a Deus e a ajuda dos políticos que a verba foi liberada. A palavra para esse dia é gratidão, por todos que se empenharam e viram desde o começo a luta”, diz.

Em sua palavra, o Vereador Chiquinho Telles sugeriu que a praça central recebesse um novo nome após a reforma, em homenagem a um senhor chamado Disvaldo, que todos os dias, de sol e chuva, estava no local vendendo espetinho. “Ele se foi, mas ficou em nossa memória, pelo carinho e atenção com os usuários do espaço. Vou levar à Câmara Municipal a sugestão de nome como Praça do Espetinho e espero conseguir aprovação dos colegas de trabalho”, pontuou o parlamentar.

Planejamento da nova estrutura da Praça Central Moreninha III (Foto: Leonardo de França, Jornal Midiamax)
Mais notícias