Publicidade

Funcionários terceirizados do governo aguardam ‘empréstimo’ para receber salários e 13º

Uma suposta supervisora da Vyga enviou informe por mensagem aos trabalhadores

Mais uma vez, os trabalhadores da Vyga recebem promessas sobre o pagamento do salário, décimo terceiro e vale alimentação atrasados. Desta vez, os funcionários foram informados por uma suposta supervisora que a empresa teria feito um empréstimo para enfim pagar o que deve aos trabalhadores.

Vários funcionários entraram em contato com o Jornal Midiamax alegando terem recebido a informação. Uma trabalhadora, que não será identificada, informou que recebeu uma mensagem da supervisora avisando sobre o empréstimo feito pela empresa. “De forma geral, o que o financeiro me passou é que foi autorizado o empréstimo para a Vyga, mas ele não caiu na conta da empresa ainda. Infelizmente não é o que queremos ouvir, mas como estou aqui para informar vocês, o que posso me prontificar é que assim que começar os depósitos, eu aviso vocês”, diz a mensagem da suposta supervisora.

Sem esperanças e sem previsão de pagamento, a trabalhadora não sabe mais no que acreditar. “Só ficam mentindo para nós”, diz a funcionária. A supervisora ainda teria informado que as trabalhadoras aguardassem antes de ir ao banco. “Mas peço que esperem a minha confirmação para irem ao banco, já que já tivemos muitas promessas e ainda não se cumpriram, infelizmente”, diz outra mensagem.

Outra trabalhadora da limpeza afirma que perguntou à supervisora sobre o posicionamento do Governo, que alega uma falta de documentos por parte da empresa. Em resposta à funcionária, a responsável afirma que a documentação do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) estava pendente no início de dezembro, mas foi regularizada.

Vale lembrar que só em 2018, a empresa Vyga – Prestadora de Servicos de Conservação e Asseio Ltda teve o valor de R$ 19.948.821,90 empenhados para a execução de limpeza, conservação e outros serviços aos órgãos do governo do Estado. Desse valor, R$ 19.016.912,95 já foram liquidados. Efetivamente depositados à empresa, estão R$ 18.052.516,23, conforme o Portal da Transparência.

Apesar das insistentes tentativas de posicionamento da Vyga, a empresa até prometeu, mas ainda não conversou com o Jornal Midiamax. Não há confirmação sobre o possível empréstimo informado aos funcionários ou sobre uma previsão de pagamento.

Mais notícias