Publicidade

Fazendeira é multada em R$ 23 mil por degradar matas ciliares e nascentes

Local estava degradado por conta do pisoteio do rebanho

Uma fazendeira foi multada em R$ 23 mil por degradar as matas ciliares e nascentes de um córrego em sua propriedade, em Três Lagoas, a 338 km de Campo Grande. De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental) as matas ciliares do córrego e de suas nascentes tinham sido retiradas em sua maior parte.

A área protegida era utilizada para dessedentação e forrageamento do rebanho, o que é proibido por Lei, segundo a PMA. O local estava degradado por processos erosivos, por conta do pisoteio dos animais e pela falta de conservação do solo, o que causou assoreamento dos mananciais.

A fazendeira, de 38 anos, foi autuada por danificar a área de preservação permanente e foi multada em R$ 23 mil. Ela também deve responder por crime ambiental, quando pode pegar uma pena de detenção de um a três anos.

As atividades foram interditadas e a proprietária rural foi notificada a retirar o gado das áreas e a realizar um PRADA (Plano de Recuperação de Áreas Degradadas e Alteradas), junto ao órgão ambiental.

Mais notícias