Mais de 16 toneladas de lixo eletrônico foram coletadas em Campo Grande

Além dessas grandes ações, o município disponibiliza quatro eco pontos na cidade, onde a população pode descartar gratuitamente os resíduos

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Agetec (Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação), promoveu durante esse ano três grandes ações de coleta de resíduos eletrônicos, onde mais de 16 toneladas foram recolhidas.

As ações têm o objetivo de incentivar a população a descartar corretamente equipamentos eletroeletrônicos, bem como atender a uma demanda reprimida, pois os itens em desuso acabam se acumulando nas casas, empresas ou são jogados em lixo comum e terrenos baldios.

A primeira mobilização foi realizada em fevereiro deste ano na Praça das Araras – região urbana do Centro. Foram dois dias de coleta, com a intensa participação da população. Todo o material descartado foi recolhido por uma instituição sem fins lucrativos.

Outra ação aconteceu no mês de agosto, durante a realização dos Jogos Radicais Urbanos na Lagoa Itatiaia – região urbana do Bandeira. A coleta foi realizada em parceria com outra organização, que foi responsável pelo recolhimento, pesagem e destinação dos materiais descartados.

Neste último final de semana, nos dias 25 e 26 de outubro, aconteceu a terceira ação de coleta de resíduos eletrônicos no Parque Ecológico do Sóter – região urbana do Prosa, a mobilização fez parte da Semana Lixo Zero, que aconteceu simultaneamente em 88 cidades do país. Desta vez, a Agetec contou com a participação da Solurb – Soluções Ambientais, que recolheu e destinou os equipamentos descartados pela população. Além disso, houve uma ação de conscientização ambiental junto às pessoas que levaram seus resíduos.

O município disponibiliza quatro eco pontos na cidade, onde a população pode descartar gratuitamente resíduos, tais como galhos e podas de árvores, eletroeletrônicos, móveis inutilizáveis, recicláveis e resíduos da construção civil de até 1m³. São eles: Ecoponto Panamá, Noroeste, Nova Lima e União.

Planejamento

A Agetec vem realizando estudos junto a Planurb, Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) e a Seges (Secretaria Municipal de Gestão) a fim de garantir que os resíduos descartados neste tipo de ação pelos órgãos públicos também tenham a destinação ambientalmente adequada.

Para o próximo ano, está em andamento um estudo a fim de elaborar um edital de chamamento público onde empresas certificadas e as chamadas eco-friendly, possam se habilitar para realizar esse trabalho em parceria com a Prefeitura de Campo Grande.

Mais notícias