Em cinco dias, Procon-MS autuou 21 agências bancárias por irregularidades

Uma delas inclusive, fechada na hora que a fiscalização chegou

Cinco redes bancárias foram fiscalizadas do dia 1º ao dia 5 de abril, em Campo Grande e de acordo com o Procon-MS, 21 agências foram autuadas por irregularidades. Segunda e terça-feira foram 12 e de quarta a sexta-feira foram mais 9 unidades.

Segundo as informações, foram expedidos autos de infração em razão das irregularidades serem repetidas, e além de transgredir a legislação, prejudicam os clientes dos bancos.

Entre os problemas registrados estão a demora no atendimento – tempo estabelecido na lei municipal é de no máximo 15 minutos em dias normais, 20 em dia de pagamento e recebimentos de tributos e 25 em vésperas de feriados prolongados – ausência de identificação para atendimento prioritário e a inexistência de prioridade para atendimento em mesas, mesmo que haja expedição de senhas para isso.

Entre os dias 3 e 5 de abril foram fiscalizadas 11 agências, das quais 9 foram autuadas, Banco do Brasil (UFMS), Caixa Econômica Federal (Ypê Center, Santa Fé, Rodoviária e 13 de Maio 2 837), Bradesco (Cachoeirinha e Prefeitura Municipal), Sicredi (13 de Maio) e Santander (Assembleia Legislativa).

No Santander da AL, apesar de constar aviso de atendimento ininterrupto das 11h às 16h, a agência estava fechada às 12h45 desta quinta-feira (3) – momento em que a fiscalização esteve no local – pois a responsável havia saído para almoço.

O Procon ressalta a importância das denúncias e reclamações dos consumidores para que as operações sejam realizadas. Para entrar em contato com o órgão, basta entrar no site e clicar no botão fale conosco ou ir até a agência na rua 13 de Junho, 930 – Centro.

Mais notícias