Dívida com IPVA atrasado chega a quase R$ 50 milhões no Estado, estima Sefaz

Dados da secretaria são anteriores a 2019 e ainda não estão inscritos na dívida ativa do Estado

A dívida de proprietários de veículos com IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor) atrasado, anteriores a 2019, já chega a quase R$ 50 milhões em Mato Grosso do Sul, de acordo com estimativa feita pela Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda).

Conforme a secretaria, os dados são referentes ao Estado inteiro, e compreende mais de 150 mil veículos. O valor de R$ 47.190.728,46 não está contando possíveis multas e juros. Esses condutores ainda não estão inscritos na dívida aditiva do Estado.

Segundo o chefe da Unidade de Fiscalização do IPVA, Paulo Sérgio Monteiro Ferreira, quem tiver esse tipo de dívida poderá fazer a renegociação e parcelar em até 10 vezes, desde que o proprietário não esteja inscrito na dívida ative e nem estar inadimplente em outro reparcelamento de IPVA com a Sefaz.

Para efetuar o pagamento o contribuinte deve acessar a página de autoatendimento do IPVA, onde o proprietário terá as opções de quitação do débito com atualização dos valores.

Em caso de dúvidas, os contribuintes devem se dirigir pessoalmente às Agenfas (Agências Fazendárias) em seus respectivos municípios, munidos de documentos pessoais e do veículo ou ainda procurar a Coordenadoria de Fiscalização do IPVA e do ITCD (Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos), que fica em Campo Grande, na avenida Fernando Corrêa da Costa, 858, das 7h30 às 17h30. A Sefaz disponibiliza também atendimento pelos telefones (67) 3316-7513 / 7534/ 7541. (Com assessoria)

Mais notícias