Desembargadores são homenageados em sessão solene na Assembleia de MS

ALMS

Poderes que nasceram juntos, pouco depois da criação de Mato Grosso do Sul, o Legislativo e o Judiciário caminham de mãos desde a instalação da Assembleia Constituinte no dia 1º de janeiro de 1979. Na ocasião, foram também empossados os quatro primeiros desembargadores nomeados pelo Governador do Estado, quorum mínimo definido pela Lei Complementar 31, de 11 de outubro de 1977, para o funcionamento do Tribunal de Justiça. A noite de homenagens proposta pelo presidente da Casa de Leis, deputado Paulo Corrêa (PSDB), realizada hoje (22), no Plenário Júlio Maia, foi dedicada aos desembargadores que também fazem parte dos 40 anos de história Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

Paulo Corrêa fala da emoção em reconhecer o trabalho da Justiça

O presidente Paulo Corrêa (PSDB) enalteceu o papel do Poder Judiciário para o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. “Estamos prestando homenagem às quatro décadas que o Poder Judiciário tem honrado e engrandecido a história do nosso Estado, e que fazem a história constitucional deste Parlamento contemplando em cada um dos homenageados estes valores de confiança nas instituições que juntas constroem uma sociedade igualitária. E feliz é a sociedade que pode celebrar o passado e futuro da justiça, que é a garantidora das liberdades. A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul respeita as instituições, pois trabalhamos em conjunto em prol do povo sul-mato-grossense”, declarou.

O deputado Herculano Borges, 2º secretário da Casa de Leis, agradeceu a presença dos magistrados homenageados. “Nos sentimos muito honrados em receber aqui na Assembleia Legislativa os desembargadores do nosso Estado nesta noite de reconhecimento à tudo que foi feito pelo Poder Judiciário nestes 40 anos”, relatou o parlamentar.

O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, desembargador Paschoal Carmello Leandro agradeceu a homenagem conferida pela Mesa Diretora. “Em nome de todos os magistrados e dos nossos servidores agradeço a homenagem que a Assembleia presta hoje ao Judiciário. Esta honraria consagra com relevância o valor da Justiça para a história sul-mato-grossense, agradeço também ao magnífico vídeo historio da história do Poder Judiciário. O trabalho do passado direciona o nosso futuro e a homenagem dos parlamentares exprime o nosso valor que é baseado em pilares que nos levam em busca sempre de aperfeiçoar o Estado Democrático de Direito. Andamos juntos pelo desenvolvimento de Mato Grosso do Sul e o resultado só se alcança com a união de todos”, destacou.

O desembargador Luiz Tadeu Barbosa lembrou o valor dos pioneiros na justiça

O desembargador Luiz Tadeu Barbosa da Silva falou em nome dos homenageados. “Gostaríamos de cumprimentar aqueles que realmente são os verdadeiros heróis da justiça sul-mato-grossense numa época em que tinham que trabalhar em comarcas no interior sem as mínimas condições, com suas máquinas Olivetti, longe de suas famílias. O apoio do Legislativo e do Executivo foi fundamental para o desenvolvimento do Poder Judiciário, que está atento e sempre procurando coibir qualquer desvio de conduta, pois essa é a nossa missão, e atualmente é um modelo para os demais judiciários do País”, ressaltou o magistrado.

Os deputados estaduais Marçal Filho e Professor Rinaldo (ambos do PSDB), João Henrique (PL), Evander Vendramini (PP) e Barbosinha (DEM) também participaram do evento, que também contou com a presença de Iran Coelho das Neves, presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MS), juiz Eduardo Eugenio Siravegna Junior, presidente da Associação dos Magistrados de Mato Grosso do Sul (Amamsul), Hudson Shiguer Kinashi, procurador-geral adjunto de Justiça de Gestão e Planejamento Institucional e Fabíola Marchetti, procuradora-geral do Estado, entre outras autoridades.

Desembargadores homenageados em alusão aos 40 anos da Assembleia Legislativa

Homenageados – Receberam o Diploma de Honra ao Mérito e o selo comemorativo alusivo aos 40 anos da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, os desembargadores Claudionor Miguel Abss Duarte, João Maria Lós, Divoncir Shcreiner Maran, Tânia Garcia de Freitas Borges, Paschoal Carmello Leandro, Julizar Barbosa Trindade, Carlos Eduardo Contar, Sérgio Fernandes Martins, Sideni Soncini Pimentel, Dorival Renato Pavan, Vladimir Abreu da Silva, Luiz Tadeu Barbosa da Silva, Fernando Mauro Moreira Marinho, Júlio Roberto Siqueira Cardoso, Marco André Nogueira Hanson, Ruy Celso Barbosa Florence, Marcos José de Brito Rodrigues, Luiz Gonzaga Mendes Marque, Eduardo Machado Rocha, Marcelo Câmara Rasslan, Amaury da Silva Kuklinski, Luiz Claudio Bonassini da Silva, Vilson Bertelli, Odemilson Roberto Castro Fassa, Nélio Stábile, Paulo Alberto de Oliveira, Alexandre Bastos, José Ale Ahmad Netto, Jairo Roberto de Quadros, Geraldo de Almeida Santiago, Jonas Hass Silva Junior, Emerson Cafure, Dileta Terezinha Souza Thomaz, Elizabete Anache, Zaloar Murat Martins de Souza.

Gilberto da Silva Castro, Dagma Paulino dos Reis, José Augusto de Souza, Rubens Bergonzi Bossay, Hamilton Carli, Remôlo Letteriello, Sérgio Martins Sobrinho, Luiz Carlos Santini, Jesus de Oliveira Sobrinho, Higa Nabukatsu, Alécio Antônio Tamiozzo, Oswaldo Rodrigues de Melo, Frederico Farias de Miranda, Atapoã da Costa Feliz, José Rizkallah, Marco Antônio Cândia, Elpídio Helvécio Chaves Martins, Carlos Stephanini, Joenildo de Souza Chaves, Hildebrando Coelho Neto, Jorge Eustácio da Silva Frias, Ildeu de Souza Campos, Paulo Alfeu Puccinelli, João Batista da Costa Marques, Francisco Gerardo de Sousa e Maria Isabel de Matos Rocha, desembargadores aposentados, também receberam as honrarias.

Mais notícias