Depois de sujeira, até ossadas expostas são encontradas em cemitério

Leitora flagrou três covas abertas apenas na entrada do local

Localizado na avenida Presidente Vargas, em Campo Grande, o Cemitério Santo Amaro está sendo alvo de denúncias por parte das famílias. Além de toda a sujeira e lixo denunciados no último sábado (11), um túmulo parcialmente destruído com uma ossada exposta incomodou quem foi até o local.

“Olha, eu não fui muito lá para dentro do cemitério, mas o pouco que eu andei, vi umas três covas abertas e desmoronando. Essa apenas com a ossada exposta. É um descaso”, disse a leitora que prefere não se identificar.

Ela contou também, que a durante a visita no sábado, era visível que uma limpeza foi iniciada, mas o serviço ficou pela metade. “Eles meio que tentaram limpar para o dia das mães, eu acho, porque tiraram as gramas dos túmulos, mas deixaram secar ali mesmo. Tinha muito cachorro lá dentro, também, garrafas. Vi umas famílias limpando os túmulos, mas muita gente jogando lixo no lugar também”, concluiu a mulher de 30 anos que foi ao local visitar o túmulo da avó.

Segundo a Prefeitura, a responsabilidade dos túmulos é da família. No caso da ossada exposta, a família será notificada para que faça a manutenção da cova.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

As imagens e informações foram enviadas por um leitor, através do WhatsApp do Jornal Midiamax, pelo número (67) 99207-4330. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados aos jornalistas com total sigilo garantido pela lei. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas.

Mais notícias