Dependendo de carona, funcionários do HRMS não têm vale-transporte há 2 meses

Valor referente ao vale-transporte continua sendo descontado dos salários

Funcionários do (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) afirmam estar sem receber o vale-transporte da empresa prestadora de serviços, há dois meses. Conforme os trabalhadores, o repasse é feito pela SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Conforme alguns funcionários, além do passe não ser creditado no cartão, o valor referente ao transporte continua sendo descontado do salário. “É um absurdo isso. Eles descontam da gente, do nosso salário, e não repassam para a empresa. Eu tive que emprestar dinheiro para vir trabalhar, é humilhante demais. Além de mim, tem mais de 500 funcionários na mesma situação, ninguém sabe mais o que fazer e não dão nenhuma satisfação”, reclamou um funcionário que prefere não ter o nome divulgado.

Na mesma situação, outro funcionário afirma necessitar de carona para chegar até o hospital para trabalhar. “Já tem dois meses que isso está acontecendo. É a primeira vez que vejo esse descaso. Estou conseguindo carona para vir, mas para voltar, tenho que pagar com o meu dinheiro, sendo que eles já descontam do nosso salário. Não deram nenhuma satisfação, a gente não tem a quem pedir socorro”, lamenta.

A reportagem do Jornal Midiamax, solicitou posicionamento sobre a reclamação dos funcionários à SES, e aguarda retorno.

Dependendo de carona, funcionários do HRMS não têm vale-transporte há 2 meses
Mais notícias