De novo: vigilantes terceirizados da Conab denunciam mais um atraso no salário

Problema de atraso é recorrente e já aconteceu no mês passado

Vigilantes patrimoniais da empresa Rondai afirmam que até esta quarta-feira (20) não receberam os salários do mês de outubro, que deveria ter sido pago no 5º dia útil. Segundo eles, atrasos tem ocorrido de forma recorrente, somente aos vigilantes que são terceirizados na Conab (Companhia Nacional de Abastecimento).

“São mais de 12 vigilantes que estão sem receber e a Rondai não avisa e nem dá suporte. Isso já vem acontecendo há muito tempo e se a gente reclama sofre retaliação por parte da empresa, trocam a gente de posto ou mandam embora. Estamos desesperados, pois temos filhos e não podemos ficar calados”, aponta um vigilante que pediu para não ser identificado.

Os relatos apontam que desde janeiro os atrasos têm ocorrido. O contrato entre a Conab e a Rondai foi assinado em janeiro do ano passado.

A reportagem tenta, desde o início da manhã desta quarta-feira, contato com a empresa Rondai Segurança, entretanto, nenhuma resposta foi dada ao Jornal Midiamax sobre a situação envolvendo o atraso de salário.

(Colaborou Vinicius Costa)

Mais notícias