Coordenadoria da Infância e Juventude do TJMS homenageia Isaac de Oliveira

O artista plástico faleceu nesta segunda-feira em decorrência de um câncer

A Coordenadoria da Infância e Juventude do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) prestou homenagem ao artista plástico Isaac de Oliveira, que faleceu nesta segunda-feira (23) aos 66 anos. O artista faleceu após passar mal em decorrência de complicações de um câncer de pulmão.

Ícone do cenário da arte no Mato Grosso do Sul, o baiano há quase 40 anos radicado campo-grandense, deixa em seu legado uma infinidade de obras que colorem a cidade com ipês, araras, peixes, frutas e seu estilo próprio que encantou vários.

Confira na íntegra o texto publicado para homenagear Isaac:

“Segunda-feira, vinte e três de setembro de 2019, a madrugada adentrou a cidade ainda adormecida, mas não era um dia comum, neste dia especial, era o anúncio, no calendário, da primavera!

Porém, bem antes, como um prelúdio, sinal de que tende a acontecer, o passo inicial, tudo explodirá, as cascas dos troncos demonstrando leveza e força, os Ipês…

Suas flores, roxas, amarelas, rosas, brancas, outras… pululando, brotando, enxameando por toda cidade, regalando-nos, escancarando nas nossas faces sorrisos, perplexidade e luzes por onde andamos, vida que não víamos.

Aí, como quiséramos eternizar esses momentos… mas só a primavera…

Isaac, este sim nos presenteou com todos esses matizes, não ficaremos mais impassíveis a tudo isso.
 
Hoje, parte um mensageiro, um baiano que conseguiu transcender, transmitir a beleza, explodida escancarada, nossa fauna e flora, eternizando-a em quadros, esculturas, livros, não nos deixa em branco, explodiu como a primavera, como as suas cores e sua mensagem “não tenhamos medo das cores, da vida”. Muita gratidão.

Em setembro de 2014, coincidentemente com a primavera, com o seu até logo agora, este maravilhoso ser humano participou do Projeto Releitura das Obras de Isaac de Oliveira, em cujo projeto 53 crianças acolhidas de 5 a 15 anos de idade, adentraram, para sempre, no mundo da sua arte e suas cores.

Até logo, Isaac, obrigada, de todos os olhos infantis que apreenderam a olhar além das cores.

Uma homenagem da Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.”

Mais notícias