Consórcio Guaicurus faturou quase meio milhão de reais por dia em 2018, diz Agereg

Dados da Agência ainda apontam que a maioria dos veículos vão para o conserto por defeito no elevador de acessibilidade

O grupo de empresas que explora o transporte público em Campo Grande, o Consórcio Guaicurus, faturou só no ano passado R$ 169,4 milhões. Os dados são de técnico da Agereg (Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos), divulgados em audiência pública sobre os ônibus na Câmara Municipal nesta segunda-feira (15). O montante corresponde a um faturamento bruto de R$ 464 mil por dia e mais de R$ 3 milhões por semana na Capital.

Ainda sobre os ônibus, a Agereg informou que os veículos do Consórcio não são tão velhos assim, considerando outras Capitais do país. O pico da idade média dos ônibus chegou a 7,1 anos, sendo que atualmente é de 6,7 anos. De acordo com a agência reguladora, a idade média dos veículos pode chegar a 5 anos com a compra de 55 novos ônibus.

Um sintoma da idade dos veículos do transporte coletivo em Campo Grande são os defeitos dos carros. Não é difícil encontrar um relato de ônibus quebrado na rua ou com defeitos. Na manhã desta segunda-feira (15) por exemplo, um cadeirante encontrou três carros com o elevador quebrado.

De acordo com a Agereg, entre os veículos que vão para o conserto, 27% destes estão com problemas nos elevadores de acessibilidade. Em segundo lugar, aparecem os problemas em equipamentos essenciais, com 13%.

Mais notícias