Confirmada 15ª morte por dengue em Mato Grosso do Sul

Sesau investiga se óbito de criança em Campo Grande também foi causado pela doença

Foi confirmada nesta quinta-feira (02), a 15ª vítima fatal de dengue em Mato Grosso do Sul. Um rapaz de 18 anos, residente em Corumbá, a 440 quilômetros de Campo Grande, veio a óbito no dia 29 de abril.

Segundo o jornal Diário Corumbaense, o jovem procurou atendimento no dia 26 do mesmo mês, no pronto-socorro do município após um agravo da doença.

A confirmação veio a Secretaria Municipal de Saúde do município, e a morte ocorreu devido a complicações da doença, sendo constatada a insuficiência renal causada pela dengue.

Ainda de acordo com o Diário Corumbaense, inspeções foram realizadas na região onde a vítima morava e, de acordo com o Centro de Controle de Vetores, foram encontrados diversos criadouros na área onde o paciente residia.

Em apenas uma residência, foram detectados 33 focos com larvas. Por esse motivo, foi realizado o bloqueio mecânico com identificação e eliminação dos criadouros, bloqueio químico com aplicação de fumacê e larvicida.

No boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde), divulgado no dia 24 de abril, mostrava 14 mortes confirmadas, causadas pela dengue em todo o Estado.

Na Capital foram 6 mortes confirmadas, sendo dois homens – 72 e 78 anos – uma mulher de 93 anos, e três crianças – 7, 5 e 1 ano, até a última semana.

Nesta quinta-feira, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), informou estar investigando se a morte de uma menina de 7 anos foi causada por dengue. A menina estava internada no Hospital da Cassems e faleceu na madrugada do dia 30. Material coletado na segunda-feira (29), quando ela foi internada, teria confirmado existência da doença. Se confirmada essa será a 16ª vítima no Estado.

Dos 79 municípios do Estado, 70 tiveram ao menos um caso confirmado da doença. Vale lembrar que Campo Grande está entre as cidades em alerta para surto de dengue, zika e chinkungunya.

Confirmada 15ª morte por dengue em Mato Grosso do Sul
Mais notícias