Como se proteger na temporada de tempestades em Mato Grosso do Sul

Até o dia 11 de dezembro espera-se muita chuva no estado, principalmente nas regiões pantaneiras, central, norte e bolsão

A Defesa Civil do estado de Mato Grosso do Sul alerta que para essa época de fortes chuvas, as pessoas tomem alguns cuidados redobrados para se protegerem de eventuais condições adversas do tempo e turbulências que podem vir a ocorrer na cidade. O Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima de Mato Grosso do Sul) informa que até o dia 11 de dezembro espera-se muita chuva, principalmente nas regiões pantaneiras, central, norte e bolsão.

Nesse tempo há chance de alagamentos e também leve risco de queda e descargas elétricas que pode gerar estragos em plantações e residências. A chuva é boa para limpar o clima atmosférico, mas quando sua forma muda é preciso tomar alguns cuidados. Em caso de ventos fortes, queda de granizo, raios e trovoadas, o Cemtec orienta permanecer abrigado até que o fenômeno termine e, de preferência, não ficar embaixo de estruturas metálicas.

Se houver chuva de granizo, o piso pode ficar escorregadio, por isso muito cuidado ao se deslocar; jamais permita que alguém suba nos telhados após a chuva, pois há risco de queda; além disso, colocar papelão para forrar por dentro o para-brisa do carro ajuda a evitar que, em caso de quebra do vidro, os cacos machuquem os ocupantes.

O ser humano é um bom condutor de eletricidade, conforme informa o Cemtec, por isso evite ficar descalço principalmente quando houver tempestades com raios. Essas descargas elétricas se propagam pelo chão com alta energia e se a pessoa estiver descalça há risco de ser atingido.

“No meio urbano isso é um pouco mais difícil de ocorrer porque há para-raios e muitos locais onde há proteção, mas no meio rural, onde ocorrem a maior quantidade de descargas, a chance é maior, devido a falta de meios de proteção. De qualquer forma, é sempre bom estar calçado em caso de tempestades. A sola do sapato normalmente é de borracha, isso cria isolamento entre corpo e o chão”, explica a meteorologista e coordenadora do Cemtec, Franciane Rodrigues.

Em casos de desastres decorrentes ao clima, as pessoas podem ligar no telefone 199 para contatar a Defesa Civil ou diretamente para o Corpo de Bombeiros, pelo número 193.

Mais notícias