Com vale-transporte atrasado, servidores da SED pagam ônibus do próprio bolso

SED destacou que depósito deve ocorrer até sexta-feira (10)

Servidores contratadas pela SED (Secretaria Estadual de Educação), que atuam como assistentes educacionais, afirmam não terem recebido neste mês o vale-transporte. Com isso, acabam tendo que pagar o deslocamento até o trabalho do próprio bolso.

De acordo com as denúncias, os cartões de ônibus não foram carregados devido suposto vencimento do contrato com as empresas de ônibus. “É revoltante. Agora os servidores tem que tirar o dinheiro do próprio bolso para não faltar no serviço. Ligamos na SED  e disseram apenas que o contrato vai ser renovado, mas não nos deram uma data para recarregar”, revelou uma servidora, que terá a identidade não revelada.

Segundo ela, a situação já ocorreu neste ano e se agrava porque o desconto do vale-transporte foi devidamente efetuado nos salários, conforme consta nos holerites disponibilizados. “Além de dar zero de aumento salarial, o funcionário tem que pagar do próprio bolso os passe de ônibus pra ir trabalhar”, completa a servidora.

Procurada pela reportagem, a SED não detalhou porque houve o atraso e nem quantas pessoas foram afetadas pelo atraso no pagamento dos vale-transportes, mas destacou que a situação deverá ser equacionada até o final desta semana. “A previsão é que os cartões sejam carregados na sexta-feira”, traz a nota da SED.

Mais notícias