Publicidade

Sem salário há 2 meses, terceirizados do Detran-MS fazem greve

Sindicato afirma que retorno às atividades ocorrerá quando pagamentos forem realizados

Seguranças terceirizados do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de MS) paralizam atividades na manhã desta segunda-feira (15) em sete municípios de MS. Ao todo, 57 trabalhadores da empresa Disp Segurança nas localidades de Dourados, Ponta Porã, Antonio João, Bela Vista, Coronel Sapucaia, Itaporã e Maracaju estão em greve.

O motivo da paralisação, de acordo com o Seesvda-MS (Sindicato dos Empregados em Empresas de Segurança e Vigilância de Dourados e Afins), seria o atraso no pagamento dos salários há mais de dois meses. Segundo o presidente, Antônio Goes, o problema dos atrasos foi ocasionado porque o Detran-MS não teria feito o repasse à empresa de segurança.

“A empresa alega que não recebeu do Detran-MS e pelo portal da transparência, de fato, isso não ocorreu. Só há a informação de que foi empenhada nota em 12 de março, pelos serviços de fevereiro. E em 9 de abril, referente à março. Esse descaso vem ocorrendo há muito tempo, só o vale-alimentação tem dez meses que a gente não recebe.

De acordo com o sindicato, o retorno às atividades só deverá ocorrer quando os pagamentos forem efetivados. O Sindicato também esteve em Campo Grande na última sexta-feira para solicitar mediação do TRT-MS (Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região). “Estamos no aguardo das partes serem notificadas”, conclui o sindicalista.

A reportagem solicitou posicionamento ao Detran-MS na última sexta-feira, mas até o momento não obteve resposta. A empresa Disp Segurança também foi acionada, mas a atendente informou que a empresa não se posiciona sobre o assunto.

Mais notícias