Com repasse de R$ 1,4 milhão, obras são retomadas em hospital de MS

Paralisação de trabalhadores começou nesta terça-feira (14)

O governo do Estado fez o repasse de R$ 1.440.44, 87 nesta quarta-feira (15), para a empresa Sial – responsável pelas obras no Hospital Regional de Três Lagoas – com isso os trabalhos foram retomados após a paralisação desta terça-feira (14).

Segundo as informações, o valor repassado pelo Estado é referente a medição das obras do mês de fevereiro, somada a um reajuste do valor, que passou a viger com o novo contrato com a Sial.

Conforme o secretário de Saúde, Geraldo Resende, o atraso no repasse se deu porque a empresa teria demorado a entregar os documentos para a renovação do contrato. E para que o cronograma de entrega seja cumprido, ele espera que situações de atraso não voltem a ocorrer.

A obra

A obra orçada em R$56,4 milhões, está sendo edificada no Distrito Industrial, às margens da rodovia BR-158, em uma área doada pelo empresário Magid Thomé Filho à Prefeitura.

O Hospital Regional de Três Lagoas está sendo construído numa área de 15.687,00 metros quadrados, com três pavimentos e capacidade para 138 leitos divididos em seis de pré-parto, parto e pós-parto; três de indução e recuperação de pacientes; cinco de observação pediátrica; 22 de observação paciente; dois de observação psiquiátrica; 10 leitos de UTI cirúrgica; 10 leitos de UTI clínica; 48 de enfermarias; 4 de internação isolamento; oito de semicrítico; 12 de preparo de recuperação pós-anestésica e 8 de observação/recuperação de pacientes.

O hospital também vai atender às demandas dos alunos da Faculdade de Medicina da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) do campus Três Lagoas.

Mais notícias