Pela sustentabilidade e contra preconceito, brechós têm mais de mil peças a partir de R$ 2

Mais de mil roupas, calçados, acessórios femininos e masculinos estão com descontos especiais

Para quem adora garimpar roupas, este domingo (27) é um ótimo dia. O Coletivo de Brechós está promovendo, das 08h às 14h, em Campo Grande, o Bazar Hora da Xepa. Mais de mil peças, sapatos e acessórios, a maioria para o público feminino e algumas para o masculino, estão à venda com descontos especias em todos os itens, que custam a partir de R$ 2.

Essa é a quarta vez que o grupo realiza a ação. Segundo Val Reis, uma das organizadoras, ele existe há cinco anos e é composto por 20 mulheres. Todas se unem para expandir esse conceito de sustentabilidade desse mundo dos brechós. Mas a existência da turma também tem outro motivo. “A ideia também é quebrar esse preconceito que algumas pessoas têm com peças usadas”, explica.

“Roupas que não servem mais podem ser passadas para a frente a um custo mais acessível”, declara Patrícia Araújo, uma das integrantes do Coletivo e também adepta aos brechós. “Encontro fácil peças de tamanhos maiores, como 46, 48”, diz.

A maior procura nesses bazares é voltada para estilos mais antigos, fora da moda atual. Luiza Akemi, de 13 anos, está com esse pensamento e marcou presença logo cedo no local. “Vim atrás de coisas Vintage e aqui é um bom lugar para encontrar, né?”, afirma a jovem.

O Bazar Hora da Xepa, do Coletivo de Brechós, segue até às 14h deste domingo, no Estacionamento Trilhos, localizado na rua Dom Aquino, nº 1.086 – Amambaí.

 

 

Mais notícias