Chuva acaba com queimadas, mas 173 mil hectares de Pantanal foram consumidos

Foram 23 dias e 200 homens no combate aos focos de incêndio

As queimadas no Pantanal terminaram, após a forte chuva que atingiu a região na madrugada desta sexta-feira (8).  Ao todo foram 23 dias de incêndios que consumiram 173, 200 mil hectares de área e com aproximadamente 200 homens trabalhando no combate, divididos em duas bases.

De acordo com o coordenador do Cedec-MS (Coordenadoria de Defesa Civil de MS), tenente coronel Fábio Catarinelli, foi realizado um monitoramento da área na manhã desta sexta após as chuvas, e agora a chance de novos focos de incêndio é nula. “A região está alagada, e tem previsão de chuvas por esses dias, então o risco de fogo agora na região é nula”, explicou.

O combate na região contou com o apoio do Corpo de Bombeiros do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Brasília, além de equipes do Ibama PrevFogo, ICMbio, PRF, Exército, Defesa Civil Estadual, Imasul, PMA, representantes do setor privado e funcionários da fazenda onde estava a base dos militares.

Ainda conforme o tenente-coronel, os militares que vieram de Brasília, devem permanecer em Aquidauana, a 143 quilômetros de Campo Grande, ainda nesta sexta-feira para monitorar a situação. “Não há mais focos de incêndio, as equipes já estão retornando da região, apenas os militares de Brasília ficam ainda está sexta em Aquidauana para acompanhar a área. Mas o risco voltar as queimadas por agora é nulo”, ressaltou.

Mais notícias