#CG120: Melhorias estruturais e até piscina gigante são presentes de moradores para a cidade

População contou o que daria de presente no aniversário da cidade

Prestes a completar 120 anos no próximo dia 26, Campo Grande ganharia vários presentes da população se fosse possível demonstrar o amor à cidade em forma de um agrado. Campeãs das respostas são melhorias na administração pública, na estrutura da cidade e no sistema de saúde, mas tem quem queira dar à cidade uma piscina gigante para afastar o calorão!

Nascido e criado em Campo Grande, o cabeleireiro Gilmar Magalhães de 43 anos disse que daria de presente uma melhoria na gestão pública, que se preocupasse mais com a situação da cidade. “Campo Grande é linda, mas falta muito para alcançar a perfeição”, contou. Para ele, a principal preocupação da administração deveria ser na área da saúde e nos postos de atendimento público.

Claudemir Aparecido (Foto: Marcos Ermínio, Midiamax)

Já o jardineiro Claudemir Aparecido de 43 anos, que é natural de São Paulo, falou com tristeza sobre a atual situação da antiga rodoviária da cidade que, para ele “está um caos”. Claudemir ainda disse “Eu daria de presente para Campo Grande melhoria na limpeza, na estrutura, na pintura e na sinalização da cidade”.

“Eu daria mais árvores plantadas de presente para Campo Grande”, disse Emily Lays de 20 anos. Natural de Campo Grande, a capital mais arborizada do país, a jovem contou que mora no Santa Luzia e acha que o bairro precisa de mais árvores.

Emily Lays (Foto: Marcos Ermínio, Midiamax)

Nascida há apenas quatro anos aqui mesmo, em Campo Grande, a pequena Isis não pensou duas vezes e disse “Eu daria uma piscina muito grande e com muitas boias para as pessoas nadarem, porque essa cidade é muito quente!”.

Já Karen Rafaela, de 22 anos, contou ao Midiamax que passou por uma situação difícil por problemas de saúde e que precisou dos serviços em uma Unidade Básica de Saúde. “Acho que a cidade precisa de melhorias nos postos de saúde. Eu teria que esperar dois meses para fazer exames de urgência e só consegui porque meu pai me ajudou a pagar no particular”, contou.

E você, campo-grandense, neste aniversário de 120 anos da Cidade Morena, o que daria de presente para a Capital?

Mais notícias