Lançamento: Campanha de vacinação contra o sarampo é firmada na Capital

De acordo com a SES, Mato Grosso do Sul recebeu o reforço de 175 mil doses da vacina que somam ao estoque regular dos municípios

Na manhã desta segunda-feira (07), aconteceu na ESP (Escola de Saúde Pública) o lançamento da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. A ação, anunciada pelo Ministério da Saúde, vai abranger todos os postos de saúde do Brasil. De acordo com a SES (Secretaria de Estado de Saúde), Mato Grosso do Sul recebeu o reforço de 175 mil doses da vacina que somam ao estoque regular dos municípios.

O evento na Capital contou com a presença do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho, profissionais da área e autoridades municipais e estaduais, além do presidente do Rotary Club de Campo Grande, Lucimar Lacerda de Melo.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anunciou que os municípios que atingirem a meta de 95% de cobertura vacinal vão receber incentivo financeiro de R$ 1 por habitante. “Estamos empenhados em realizar o bloqueio do sarampo no País. Os municípios que atingirem 90% da meta vão receber metade do incentivo e os que ultrapassarem a meta de 95% vão receber 100% do recurso. Queremos estimular as prefeituras para que ampliem a cobertura vacinal”, disse.

A vacinação será dividida em dois grupos: Na primeira fase, que vai até o dia 25 de outubro, o público-alvo serão as crianças com idade entre 6 meses e 4 anos e 29 dias.  As doses estão disponíveis nas 69 unidades básicas e de saúde da família de Campo Grande.

O ministro destaca que a prioridade para vacinar as crianças é em razão de que elas acabam apresentando um sistema imunológico mais vulnerável à doença. “É importante que os pais ou responsáveis estejam atentos ao calendário e se sensibilizem sobre a importância da imunização para às crianças. Há tempos não tínhamos casos registrados de doenças como o Sarampo que até então eram tratadas como erradicadas, portanto nós fazemos este apelo”, afirmou.

Os pais de crianças com menos de cinco anos e que não sabem confirmar se possuem ou não a segunda dose da vacina deve ir até uma unidade de saúde básica ou da família da cidade com o cartão de vacinação nas mãos para confirmar a necessidade de uma revacinação.

A campanha do primeiro grupo irá se estender até o dia 25 de outubro, com um “Dia D” no dia 19, onde todas as unidades estarão abertas para a imunização das crianças. Em uma segunda etapa, essa para pessoas entre 20 e 29 anos de idade, a imunização acontece entre 18 e 30 de novembro, sendo o último dia definido como a principal data para essa faixa etária.

As crianças entre seis meses e menores de um ano continuarão sendo imunizadas, conforme orientação do Ministério da Saúde e respeitando os locais referenciados para cada faixa de idade.

Nos principais dias de ação, que acontecerão em sábados, todas as unidades ficarão abertas o dia inteiro. Além da vacinação contra o sarampo, as crianças que estiverem com doses pendentes e que os pais levaram o cartão de vacinação, terão a vacinação regularizada.

Casos de Sarampo

Em Campo Grande, até o momento, foram notificados 23 casos da doença, sendo 18 descartados, quatro em investigação e um confirmado, de uma criança de 10 meses que contraiu a doença no Estado de São Paulo.

De acordo com o site do Ministério da Saúde, nos últimos 90 dias, o Brasil registrou 5.404 casos confirmados de sarampo. Dos casos confirmados nesse período, 97% (5.228) estão concentrados em 173 municípios do estado de São Paulo, principalmente na região metropolitana. Os outros 176 casos foram registrados em 18 estados (RJ, MG, MA, PR, PI, SC, RS, CE, MS, PB, PE, PA, DF, RN, ES, GO, BA E SE). Os dados estão no novo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, divulgado na última sexta-feira (4).

Foram confirmados seis óbitos por sarampo no Brasil, sendo cinco em São Paulo e um em Pernambuco. Quatro óbitos ocorreram em menores de 1 ano de idade e dois em adultos com 31 e 42 anos.

Mais notícias