Notificações de dengue caem de 6,9 mil para 150 em 4 meses

Documento foi divulgado nesta quarta-feira pelo Serviço de Vigilância Epidemiológica

Nos últimos quatro meses os casos de dengue tiveram redução em Campo Grande, conforme boletim epidemiológico divulgado pelo SVE (Serviço de Vigilância Epidemiológica) da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), nesta quarta-feira (11).

Conforme o boletim, em maio foram registrados 6,9 mil casos notificados de dengue, em junho houve uma redução de 67%, com 2,2 mil casos, enquanto que em julho e agosto, as notificações caíram para 585 e 156, com redução de 74% e 73%, respectivamente.

Ainda segundo a Sesau, de janeiro até 11 de setembro, foram registradas 38,5 mil notificações de dengue na Capital, sendo 8,7 mil confirmadas e oito óbitos. O Serviço de Vigilância Epidemiológica registrou também a redução nos casos de zika (414) e chikungunya (215).

Sob controle

De acordo com o secretário municipal de saúde, José Mauro Filho, neste ano, a Capital enfrentou uma das maiores epidemias. Em março, por exemplo, foram registrados 9,6 mil casos de dengue.

Mauro destacou as ações de enfrentamento, aumento de pessoal, consumo de insumos, materiais e medicamentos que geraram um custo aproximado de R$ 27 milhões.

“Foi necessário um esforço muito grande e envolvimento de todos para que a gente pudesse enfrentar o cenário que encontramos. Conseguimos superar a epidemia de dengue e vamos nos manter vigilantes. Nós temos que fazer a nossa parte, mas é preciso a população esteja consciente do seu papel neste processo”, disse.

Mais notícias