Publicidade

Até nisso! Casal acusa Consórcio Guaicurus de ‘empatar’ história de amor às sextas

Casados mas morando em locais diferentes, eles dependem do transporte coletivo

Não é só de história feliz que se passa um Dia dos Namorados e o Jornal Midiamax conta nesta quarta-feira (12)o problema denunciado por um casal que enfrenta dificuldades para pegar ônibus às sextas-feiras para se encontrar em Campo Grande. Nestes dias, o motorista que faz a linha do bairro do marido passa direto pelo casal, que garante aguardar o veículo no ponto de ônibus.

Eles preferem não se identificar, mas dizem ser casados e morarem em casas que ficam uma no Jardim Canguru e outra no Bairro Paulo Coelho Machado por uma questão de escolha. No entanto, o Consórcio Guaicurus têm dificultado essa história de amor

Segundo a mulher, ela vai até o Canguru às sextas, mas na volta o motorista do ônibus que faz a linha 105 – Paulo Coelho Macho não para no ponto onde os dois estão. “É toda sexta-feira a mesma coisa, a gente dá sinal e o motorista não para. Teve uma vez que o motorista deixou meu marido subir e eu fiquei para trás. A gente não aguenta mais. Meu marido tem 75 anos, não dá para ficar caminhando até minha casa. É perigoso”, relata a mulher.

A lista com inúmeras reclamações sobre o Consórcio Guaicurus – redução de linhas, ônibus fora da validade, atrasos no itinerário, veículos malconservados – conta agora com a de ‘empatar’ a história de amor do casal, que precisa do transporte público para se encontrar.

Em contato a assessoria de imprensa do Consórcio questionando a situação, foi informado que o casal deve protocolar uma reclamação junto à empresa, através do telefone ou até mesmo pelo site. No entanto, a mulher afirma que todas as tentativas de ligação foram frustradas, já que o telefone chama, e quando alguém atende a ligação ‘fica muda’.

O Jornal Midiamax verificou a informação com o Consórcio e foi repassado pela empresa que os telefones estavam apresentando problema nesta terça-feira (11).

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Mais notícias