Aprovados em concurso da PM e Bombeiros fazem petição pedindo convocação

Os organizadores da petição esperam atingir cerca de mil assinaturas e levarão o documento na SAD nesta quarta-feira (4)

Diante da demora na chamada dos aprovados no concurso para a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, candidatos iniciaram nesta terça-feira (3) um abaixo-assinado solicitando ao governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, a homologação dos concursos ocorridos no ano de 2018 e também a convocação para o Curso de Formação de Soldado (CFSO) e Curso de Formação de Oficiais (CFO).

Os organizadores da petição esperam atingir cerca de 1.500 assinaturas e levarão o documento na SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização) na quarta-feira (4), data que haverá uma reunião entre o órgão e os candidatos do concurso.

Os candidatos desse certame estão há mais de um ano aguardando finalização do concurso. Em justificativa sobre a petição, foi informado que houve muito investimento na preparação, tanto de dinheiro como de tempo. Conforme descrito do site já se foram todas as etapas: prova objetiva, o exame psicotécnico, o exame de saúde e o teste de aptidão física, todos de caráter eliminatórios. Agora os candidatos esperam apenas a homologação e convocação.

Na petição candidatos ainda expressam que precisam dessa contratação diante do valor gasto para realizar os exames e a esperança que criaram devido a aprovação. “Tendo em vista o alto investimento, cerca de quase R$3 mil por todos os exames e laudos de saúde. Muitos candidatos acreditaram no cronograma, e pediram as contas de seus empregos, outros foram até mandados embora, pois seus patrões já imaginavam uma rápida convocação. Pais de família estão sem ter como se sustentar aguardando essa convocação para o tão sonhado cargo de Policial e Bombeiro. Algo que para a maioria de nós candidatos era um sonho a ser realizado, hoje é uma triste história de espera sem respostas”, informam.

O abaixo-assinado está sendo composto por candidatos, amigos dos aprovados, familiares e por demais membros da sociedade que quiserem entrar e ajudar na causa. Clique aqui para ter acesso a petição.

Mais notícias