Publicidade

Após denúncias, Sesau interdita fábrica de alimentos no Jardim Itamaracá

Equipes encontraram no local péssimas condições de higiene e baratas

Uma fábrica de salgados que funcionava dentro de um supermercado no bairro Jardim Itamaracá, em Campo Grande, foi interditada pelo Sefal (Serviço de Fiscalização de Alimentos) da vigilância sanitária da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), na quarta-feira (27).

O órgão recebeu denúncias anônimas sobre irregularidades e, no local, os fiscais constataram péssimas condições de higiene. Conforme documento que aponta as irregularidades, o local já foi interditado no passado por falta de asseio. Na atual vistoria, a equipe concluiu que nada mudou e os proprietários reabriram a fábrica sem autorização.

Durante a fiscalização, constataram péssimas condições de acondicionamento dos produtos usados na produção, por exemplo, a farinha estava ensacada e encostada em uma parede mofada. As equipes encontraram também, baratas e a carne apresentava coloração e odor alterados.

Um termo de interdição e auto de infração foram lavrados. O local permanecerá interditado até que a fábrica regularize as pendências. A Decon (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo) foi acionada para apurar o rompimento de interdição.

Mais notícias