Após 7 dias, homem que saiu para pescar continua desaparecido em MS

Policia Civil afirma que já ouviu todas as pessoas próximas a Celso, mas caso ainda segue sem novidades

Celso Aparecido Domingos, 40 anos, ainda está desaparecido. Ele foi visto pela última vez na terça-feira (13) quando saiu para pescar dentro de uma fazenda na região de Dois Irmãos do Buriti, a 84 quilômetros de Campo Grande e desde então buscas estão sendo realizadas na região.

De acordo com a irmão de Celso, Maria Elaine Domingos, ele foi morar no município há seis meses e, na terça-feira, saiu para pescar e quando um outro irmão dos dois, foi ao local buscá-lo encontrou apenas seus pertences na beira do rio.

“Ele foi pescar e quando nosso irmão foi buscar ele no horário combinado, encontrou apenas o chinelo, a carteira com os documentos e a mochila dele com as iscas e algumas pegadas dele perto da porteira”, contou.

Em seguida o irmão foi até a casa de Celso dentro da cidade de Dois Irmãos do Buriti e nos endereços onde costumava ir, sem sucesso. A família realizou buscas na região e registrou um boletim de ocorrências de desaparecimento, onde consta que o homem teria quadro de epilepsia, com perda de memória, fazendo uso de medicamento.

Ao Jornal Midiamax Elaine disse, que Celso teria terminado um relacionamento recentemente e chegou a ficar preso dois dias, sendo solto na segunda-feira (12), após se desentender com a ex esposa que não teria aceitado o fim do casamento.

Nesta terça-feira (20) completou uma semana do desaparecimento de Celso, e a família afirma que segue sem novidades.

Na delegacia da cidade de Dois Irmãos do Buriti, os policiais afirmam que já ouviram todos as pessoas próximas ao Celso e que realizaram diligências pela região junto com a PMA (Polícia Militar Ambiental) e uma equipe do Corpo de Bombeiros, mas seguem sem novidades sobre o caso.

“Estamos realizando buscas a medida do possível, a equipe é pequena, mas estamos trabalhando no caso. Assim que tivermos novidades informaremos”, disseram representantes da delegacia.

É importante ressaltar que, a última vez que Celso foi visto ele estava usando uma bermuda preta e uma camisa azul. Quem tiver informações pode entrar em contato com a família através dos telefones 67 99194-7453, 99140-5999 e 99210-3891.

Mais notícias