Agehab aumenta subsídio para financiar casas a até R$ 11,5 mil

Valor máximo era de R$ 7,5 mil e aumenta para R$ 11,5 mil

A Agehab (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul) publicou uma portaria nesta quinta-feira (21) que aumenta os valores do subsídio para complementar a capacidade de pagamento do pretendente. As famílias poderão receber até R$ 11,5 mil para complementar o financiamento de uma moradia popular.

De acordo com a portaria, caso necessário, o subsídio será aplicado após o subsídio concedido pelo governo federal. O subsídio é limitado de acordo com a renda. Para quem tem renda de até R$ 1.350, o subsídio era de R$ 7.500 e passa a ser de R$ 11.500.

Para renda de até R$ 1.450, o subsídio passa a ser de R$ 8 mil. Para renda de R$ 1.451 a R$ 2,4 mil, o subsídio é de R$ 6.500. Para renda entre R$ 2.400 a R$ 3 mil, o subsídio será de R$ 5,5 mil. De R$ 3 mil a R$ 3.520, o subsídio será de R$ 4 mil. De R$ 3.521 a R$ 4.685, não há subsídio.

A Agehab entende por complementar a capacidade de pagamento a diferença entre o valor de venda do imóvel e o valor máximo que o proponente pode obter de financiamento no prazo máximo permitido pelo programa. Os valores do subsídio do Estado de Mato Grosso do Sul variam de acordo com o subsídio federal, renda do proponente e o percentual de financiamento.

Mais notícias