MS receberá recursos para imunização; R$ 863 mil só para Campo Grande

Reforço financeiro foi liberado pelo Ministério da Saúde

Foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) desta quarta-feira (16), a portaria 2.722 a liberação de R$ 206 milhões do Ministério da Saúde para que as cidades do país reforcem ações e medidas para ampliar a cobertura vacinal, controle de surtos e interrupção da transmissão de sarampo. Em Mato Grosso do Sul os 79 municípios foram contemplados, só para Campo Grande serão repassados R$ 863.982.

De acordo com o Ministério da Saúde, para serem beneficiados com o reforço financeiro, os municípios precisam cumprir duas metas: alcançar 95% de cobertura vacinal, da primeira dose da tríplice viral, que previne sarampo, rubéola e caxumba, em crianças de 12 meses de idade; e informar o estoque das vacinas de poliomielite, tríplice e pentavalente às Secretarias de Saúde dos Estados e ao Ministério da Saúde.

É importante destacar que para alcançar as metas, os estados e municípios devem ampliar e garantir o acesso às ações de vacinação nos serviços da Atenção Primária à Saúde, a partir da implantação dos dez passos essenciais para vacinação, lançado na semana passada pela pasta.

O Ministério da Saúde destaca que é importante sejam registrados os dados de aplicação de vacinas e de outros imunobiológicos nas Unidades de Atenção Primária à Saúde, no PEC (Prontuário Eletrônico do Cidadão), na CDS (Coleta de Dados Simplificada) ou nos sistemas próprios ou de terceiros devidamente integrados ao SISAB (Sistema de Informação em Saúde para a Atenção Básica).

Além de registrar, também, os seguintes dados: movimentação de imunobiológicos nas salas de vacinas; eventos adversos pós-vacinação; e monitoramento rápido de coberturas vacinais no SIPNI (Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações).

Os valores disponíveis para cada município de Mato Grosso do Sul podem ser encontrados nas páginas 97 e 98 do DOU.

Mais notícias